1

Low carb e insulina – A dieta que reduz a sua ação


Será que a Low Carb e insulina caminham juntas para uma vida melhor? Saiba como elas podem influenciar o seu corpo reduzindo a ação do açúcar no sangue!

acucar_sangue

O aumento da obesidade ocorre devido ao demasiado consumo de carboidratos. E o que são carboidratos, você pode perguntar, não é mesmo? Em suma, carboidrato é um nutriente açucarado. É ele que gera energia, mas também, quando em excesso, causa grandes males à saúde.

Assim, podemos resumir de forma simples, o seguinte:

Carboidratos -> Insulina -> obesidade

Quanto maior o consumo de carboidrato em seu dia a dia tanto mais crescerá a insulina e, conseqüentemente, o ganho de peso que resultará em obesidade. Para bloquear essa seqüência em ritmo acelerado, será necessária a retirada do carboidrato.

Claro que você não exterminará o seu consumo no dia a dia, pois é quase impossível disso ocorrer. Até porque o nosso corpo foi projetado eficientemente para receber todos os nutrientes, pois eles desempenham (cada um), uma função específica.

No entanto, a proposta é que reduza o consumo para que o corpo possa equilibrar açúcar no sangue. O ideal é que haja equilíbrio, mas a maioria das pessoas extrapola passando a engordar mais do que o corpo precisa para funcionar.

É por essa razão que a Low Carb e insulina são interligadas. Se você come muitos alimentos que contêm carboidratos, a tendência é que suba o nível de insulina. Para diminuí-la, é preciso diminuir os carboidratos de sua rotina alimentar.

Vejamos mais a fundo o que ocorre no corpo!

Hidratos de carbono = insulina = obesidade

Hidratos de carbono

Hidratos de carbono é a mesma coisa que carboidrato (açúcar). Sendo assim, ele se constitui como molécula composto de carbono, hidrogênio e oxigênio. Eles representam um componente fundamental para o bom funcionamento do corpo como geração de energia, mas devem ser equilibrados.

Em praticamente tudo que consumimos existe esse hidrato de carbono. No entanto, se você souber escolher os melhores alimentos, sem dúvida, ele não será um mal para a sua saúde.

Não podemos também afirmar que todo carboidrato é ruim para a vida do ser humano, pois o metabolismo de cada um é diferente e funciona de modo particular. O que para alguns, é fundamental o carboidrato; para outros, ele deve ser evitado.

Então, você precisa ter em mente apenas o seguinte: se está acima do peso, Isto é, sobrepeso e sofrendo de obesidade, significa que precisa reduzir o hidrato de carbono para perder gordura.

Uma pessoa magra, por exemplo, não precisa reduzi-lo, pois ela está com o corpo adequado. É por isso que muitas delas reclamam que não vêem diferença entre baixar o carboidrato ou não do seu dia. Justamente porque o corpo já realiza adequadamente a sua função. Não acarretará nenhuma diferença. Ela pode normalmente consumir carboidrato.

Insulina

A insulina é um hormônio que armazena a gordura. A forma mais fácil de aumentar os níveis de insulina é comer mais carboidrato. E a forma mais rápida de reduzi-la é comendo menos carboidrato.

Com alto nível de insulina é que a pessoa adquire a diabete e várias outras doenças, além da obesidade. Sendo assim, para o que sofre de diabete, a dieta Low Carb é a mais ideal bem como aquele que se encontra obeso.

3 Estudos científicos sobre a dieta Low Carb e insulinaa-manutencao-da-quantidade-de-glicose-no-sangue-pelo-nosso-organismo-300x199

Agora sou magro separou 3 estudos científicos para que você descubra como uma dieta Low Carb e insulina estão associadas. E como a adoção da Low Carb em sua vida pode fazer com que reduza a ação da insulina melhorando a sua saúde em muitos aspectos, inclusive, fazendo-o emagrecer rapidamente.

1 – Dieta baixa em carboidrato para a perda de peso * Estudo: NEJM – Veja aqui

* Resumo: Uma dieta Low Carb fez reduzir a gordura de maneira mais efetiva em um período de 6 meses que outros tipos de dietas como a de baixa gordura.

2 – Diferença da dieta Low Carb e dieta de baixa gordura na sensibilidade à insulina * Estudo: JCEM – Veja aqui

* Resumo: Tanto a dieta low carb como a de baixa gordura perderam peso. No entanto, somente na Low Carb que houve redução do nível de insulina, o que indicou a melhora em sua sensibilidade.

3 – Uso da Low Carb para o aumento da sensibilidade à insulina * Estudo: NCBI – Veja aqui

* Resumo: Low Carb se mostrou benéfica para a composição corporal, saúde metabólica e aumento da sensibilidade à insulina.

Como visto, a Low Carb e insulina podem tanto agravar a obesidade, surgimento da diabete e outras doenças como extingui-las de sua vida. Para isso, você precisa equilibrar o seu consumo para que o corpo possa trabalhar sem comprometer o seu estado corporal.

Já se você está obeso, a recomendação é que evite ao máximo ingerir carboidratos, pois assim irá elevar ainda mais o nível de insulina acarretando males à sua saúde.

Se quiser mais detalhes sobre o seu metabolismo e o que deve fazer quanto a insulina, diabete, obesidade, recomendamos consulta médica com um nutricionista.

Caso queira deixar um comentário, fique à vontade!

Agora que você leu todo o artigo te convido a conhecer um programa de emagrecimento fácil e rápido sem passar fome!
Clique aqui e conheça o Emagrecer de Vez!

 

  • Eduardo Rosado

    obrigado por compartilhar.