0

Diferença entre restrição calórica e jejum intermitente

imagem 1

De acordo com nossos antepassados quanto menos nós comemos mais tempo de vida temos. Comer mais do que o nosso corpo necessita não uma ação extremamente nociva para nossa saúde, inclusive, vários estudos afirmam que comer demais contribui para o envelhecimento precoce. Veja nesse post qual a real diferença entre restrição calórica e jejum intermitente.

Já ouviu falar nas tais dietas malucas? Então, esse tipo de dieta é sempre desaconselhada, pois são consideradas muito restritivas e podem fazer muito mal à saúde. Já pensou você fazendo uma dieta dessas com o intuído de emagrecer e acabar adquirindo uma doença? Nosso organismo precisa de nutrientes e para funcionar bem, mas também precisamos de calorias para gera energia, ou nosso corpo ficará sempre cansado, meio que debilitado.

Um estudo sério realizado no Centro Nacional de Pesquisa de Primatas de Wisconsin, nos Estados Unidos. Analisou a saúde de 76 macacos no decorrer dos seus 7 anos de idade até os 14. Metade desses macacos (38) fez uma restrição calórica de 30% das calorias.
O outro grupo também com 38 macacos passou todos esses anos comendo tudo o que tivesse vontade, sem restrição alguma. O resultado desse estudo foi que o grupo que não fez restrição calórica teve o risco de doenças como cancerígenas e cardiovasculares aumentado 2,9 vezes, o risco de morte aumentado em 3 vezes e envelheceu, biologicamente falando, bem mais rápido do que o outro grupo.

O grupo que fez restrição calórica, por outro lado, adoeceu de câncer e sofreu com doenças cardiovasculares 50% menos que o outro grupo de controle e ainda mantiveram o organismo e a aparência física visivelmente mais jovem.

Já existem fortes evidências de que os mesmos efeitos podem ocorrer em nós, seres humanos quando também optamos por restringir calorias de nossa alimentação. A maior semelhança de resultados é em relação a redução dos riscos de doenças. Se é tão simples assim porque não fazemos? O grande problema é que uma restrição calórica para ser adotada em longo prazo não é fácil de ser seguida à risca. A coisa não é muito prática e ainda traz riscos à saúde. Veja algumas desvantagens desse tipo de restrição alimentar:

• Níveis muito baixos de energia corporal
• Diminuição do gasto calórico
• Baixa na produção de determinados hormônios que são de suma importância para nossa saúde
• Degradação do metabolismo da glicemia e da glicose

Depois que constatamos essas desvantagens Facilmente percebemos que embora esse tipo de restrição tenha seu lado bom é impossível mantê-la por um longo espaço de tempo. Por esse e por outros motivos precisamos saber ao certo a real diferença entre restrição calórica e jejum intermitente.
O jejum intermitente vem justamente como uma alternativa à restrição de calorias já que o jejum pode provocar transformações biológicas semelhantes sem, necessariamente causar tantos efeitos colaterais que colocam a saúde humana em risco.

Entenda a diferença entre restrição calórica e jejum intermitente e viva de forma saudável

imagem 2

Caso você ainda não tenha se certificado dessas vantagens, veja agora:
Redução das citocinas inflamatórias que provocam inflamação no organismo.
Diminuição de incidência de câncer e doenças cardíacas.
Menos estresse oxidativo
Melhor saúde mental
Crescimento dos telômeros que são diretamente associados à longevidade
Fazendo o jejum intermitente você já estará reduzindo calorias de sua dieta, mas com a vantagem de poder consumir algumas calorias em determinados momentos. Dessa forma seu corpo terá energia e não sofrerá por estar cansado. Fazendo apenas uma restrição calórica severa também existe o problema de você não conseguir levar esse plano alimentar por muito tempo e isso causa o temido efeito sanfona. É comprovado: existem sim diferença entre restrição calórica e jejum intermitente.